Cientista do Museu de Zoologia da USP, o biólogo Luiz Ricardo Simone descobriu uma nova espécie de molusco em 2018 e resolveu dar um nome científico ‘diferente’ ao bicho: Lavajatus moroi. O nome, evidentemente, é uma homenagem à Operação Lava Jato e ao ex-juiz federal e hoje ministro da Justiça, Sergio Moro.

Publicada na revista alemã Spixiana, Ricardo Simone explica em seu artigo que o Lavajatus foi encontrado em uma caverna na região do município de Santa Quitéria, no Ceará. E quase conseguiu, dessa vez sem querer, uma coincidência: a Superintendência da Polícia Federal de Curitiba fica no bairro Santa Cândida, mas a capital também possui um bairro chamado Santa Quitéria.

“Ele tem concha larga, de aproximadamente 30 milímetros, seu crescimento é uniforme e reto. A espécie possui uma extraordinária capacidade de retenção dentro da concha”, explicou o autor durante o estudo.

Clique aqui para ler a pesquisa completa e veja abaixo um pouco das partes do Lavajatus moroi:

Molusco descoberto em 2018 recebe o nome em homenagem à Operação Lava Jato e ao minístro Sérgio Moro. Foto: Reprodução/Luiz Carlos Simone
Molusco descoberto em 2018 recebe o nome em homenagem à Operação Lava Jato e ao minístro Sérgio Moro. Foto: Reprodução/Luiz Carlos Simone

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

No melhor estilo 007, Bolsonaro reforça segurança com pasta à prova de balas