Uma professora da 3ª série do ensino fundamental foi atingida por pedra e ovo por um aluno na última sexta-feira, 22, na Escola Estadual Celso Ramos, em Prainha, no centro de Florianópolis. A Secretaria de Educação de Santa Catarina não informou a identidade da professora. A escola está sem aulas desde ontem. A professora pediu afastamento do cargo.

Segundo testemunhas, a professora foi agredida ao chamar a atenção de um aluno de 15 anos, que jogou contra ela um ovo e, em seguida, uma pedra. O aluno não frequentaria as aulas assiduamente. “Ele costuma perturbar o bom andamento da escola quando aparece”, afirmou Ari César da Silva, gerente regional de Educação, órgão ligado à Secretaria de Desenvolvimento Regional.

Segundo a pasta, a escola vem enfrentando problemas desse tipo há pelo menos dois anos. A diretora da instituição de ensino não se pronunciou sobre o incidente. Silva disse que pediu ao comandante do 4º Batalhão de Polícia Militar reforço do policiamento no local. Além dessa medida, o gerente informou que o Núcleo de Prevenção às Drogas, Violência e Sexualidade da Gerência de Educação vai fazer reuniões com professores, alunos e a comunidade para debater o tema.