Preso no Paraguai, o traficante Alexander Mendes da Silva, o Polegar, de 37 anos, chegou às 16h45 de hoje ao Rio de Janeiro. Ele desembarcou no aeroporto Santos Dumont, no centro, vindo de Ponta Porã-MS. O traficante viajou em um avião da Polícia Federal (PF) e foi escoltado por dez agentes e um delegado.

Já no Rio, sob escolta de seis carros da PF, Polegar passou pelo Instituto Médico Legal e foi encaminhado ao presídio de Bangu 1, na zona oeste, onde ficará provisoriamente. Ele será transferido para um presídio federal, mas isso só deve ocorrer nos próximos dias. Segundo a Polícia Federal, o destino mais provável do preso é a penitenciária federal de Porto Velho-RO.

Líder do tráfico do morro da Mangueira (zona norte), Polegar era um dos traficantes mais procurados do Rio. Ele estava foragido desde 14 de agosto de 2009, quando deixou a Casa do Albergado Crispim Ventino, em Benfica (zona norte do Rio) para trabalhar e não voltou mais.

Na última terça-feira Polegar foi preso na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero. Após comprar um carro de luxo, ele foi abordado por policiais e apresentou um documento de identidade falso, mas foi reconhecido. O Brasil chegou a pedir a extradição do traficante, mas o Paraguai optou por expulsá-lo devido ao uso de documento falso. Polegar foi levado por agentes da Secretaria Antidrogas do Paraguai até Ponta Porã, onde chegou às 11h15 e passou à custódia da PF.