O holandês, pai do menino de 6 anos deixado pela mãe por dois dias em um apartamento no Leme (zona sul do Rio), ganhou a guarda provisória da criança, segundo divulgou a Justiça do Rio nesta sexta-feira, 12.

Desde que foi retirado do apartamento, pelos bombeiros, na madrugada de segunda-feira, 8, ele estava abrigado em um educandário em Laranjeiras (zona sul). A mãe está presa por abandono de incapaz desde que foi localizada, na madrugada de terça-feira, 9.

A 1ª Vara da Infância e da Juventude do Rio decidiu conceder a guarda provisória ao pai, que mora no México e viajou para o Rio para se apresentar à Justiça e pedir a guarda do filho. A guarda definitiva será decidida em até 30 dias.