Acontece, neste sábado (14), o sorteio do concurso de número 2188 da Mega Sena, que promete pagar um prêmio de R$ 100 milhões para o vencedor. Isso se alguém tiver a sorte de acertar as seis dezenas sorteadas, diferente dos sorteios anteriores – a loteria está acumulada há 11 concursos já.

+Leia também: Saiba quem são os deputados que assinaram pedido de abertura da CPI da Lava Jato

Ainda dá tempo de apostar!

E, para quem quer tentar a sorte, ainda dá tempo de apostar! As apostas podem ser feitas até às 19h deste sábado, nas casas lotéricas ou pelo Portal Loterias Online. A aposta mínima, de seis números, custa R$ 3,50. Quanto mais números marcar – o apostador pode marcar de seis a 15 números -, maior o preço da aposta e maiores as chances de faturar o prêmio mais cobiçado do país.

Outras possibilidades

Apesar de o prêmio – e objetivo – principal dos apostadores ser o prêmio integral, ainda é possível ganhar prêmios ao acertar quatro ou cinco números dentre os 60 disponíveis no volante de apostas. Para escolher os números da sorte, o apostador pode usar o sistema automático de escolha dos números (Surpresinha) e/ou concorrer com a mesma aposta por dois, quatro ou oito concursos consecutivos (Teimosinha).

+Leia também: Bolsa Família não tem pagamento de 13º garantido em 2019 e ainda deve encolher em 2020

Premiação

O prêmio bruto corresponde a 43,35% da arrecadação. Dessa porcentagem:

35% são distribuídos entre os acertadores dos 6 números sorteados (Sena);

19% entre os acertadores de 5 números (Quina);

19% entre os acertadores de 4 números (Quadra);

22% ficam acumulados e são distribuídos aos acertadores dos 6 números nos concursos de final 0 ou 5.

5% ficam acumulados para a primeira faixa – sena – do último concurso do ano de final 0 ou 5 (Mega da Virada).

Acumulação

Não havendo acertador em qualquer faixa, o valor acumula novamente para o concurso seguinte, na respectiva faixa de premiação. No entanto, caso haja vencedor, é importante lembrar que os prêmios prescrevem 90 dias após a data do sorteio. Após esse prazo, os valores são repassados ao tesouro nacional para aplicação no Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies).

Regras pra tirar CNH mudam na próxima segunda-feira; entenda!