Mais de 120 pessoas foram internadas em Alpinópolis, no sul de Minas Gerais, com sintomas de intoxicação alimentar depois de comerem sanduíches com maionese caseira em uma tradicional lanchonete da cidade.

A procura por atendimento foi tanta que equipes do o Hospital Cônego Ubirajara Cabral tiveram que atender os pacientes em macas colocadas no necrotério. A lanchonete foi interditada pela Vigilância Sanitária municipal, que recolheu várias amostras de alimentos no local para análise.

As vítimas começaram a procurar a unidade de saúde na segunda-feira, 23, com quadros de febre, vômitos, diarreia e fortes dores abdominais. Os pacientes foram submetidos a exames de sangue e tomaram soro. Parte das vítimas permanecia internada em observação no início da tarde desta terça-feira, 24. A Polícia Militar (PM) não conseguiu localizar o dono da lanchonete.

No sábado, 21, 14 crianças com idades entre 1 e 3 anos foram internadas em Monte Carmelo, no Triângulo Mineiro, suspeitas de terem sofrido intoxicação com a alimentação servida na creche onde estavam em Iraí de Minas, na mesma região. As crianças também receberam soro para evitar desidratação. A prefeitura, responsável pela creche, informou que os alimentos foram recolhidos.