O prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) exonerou o chefe de gabinete da Secretaria de Segurança Urbana, Eduardo Anastasi. Ele ficou menos de 10 dias no cargo – havia sido nomeado no dia 7 de abril. A decisão foi publicada nesta quinta-feira, 16, no Diário Oficial do Município.

O prefeito ficou irritado com a nomeação de Anastasi, que já foi chefe de gabinete do então deputado estadual Coronel Ubiratan, um dos responsáveis pelo massacre do Carandiru. O jornal O Estado de S. Paulo apurou que a nomeação de Anastasi foi considerada “inadequada” e “incompatível” com o perfil da gestão Haddad em São Paulo.

Anastasi havia sido colocado no cargo a pedido do PMDB, junto do atual secretário da pasta, Ítalo Miranda Júnior. O cargo, até o momento, não foi reocupado.

Ele é bacharel em Administração de Empresas e já ocupou cargos na gestão estadual – foi secretário adjunto e chefe de gabinete da Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude, além de chefe de gabinete na Assembleia Legislativa (Alesp).