Manaus – Depois de 18 meses na direção do Comando Militar da Amazônia (CMA), o general Raymundo Nonato de Cerqueira Filho se despede do comando máximo do Exército na área. A cerimônia de passagem do comando do CMA, para o general-de-Exército Augusto Heleno Pereira, está marcada para esta sexta-feira (14), às 17 horas, horário local (18 horas pelo horário de Brasília), na sede da instituição, em Manaus.

Entre os participantes, estará o ministro da Defesa, Nelson Jobim, que já confirmou sua vinda à capital amazonense para acompanhar a cerimônia. Além de Jobim, o evento deve reunir outras autoridades, como o prefeito de Manaus, Serafim Correa, e o governador do Amazonas, Eduardo Braga.

Augusto Heleno Pereira assumirá a responsabilidade de estar à frente do maior Comando Militar de Área do Brasil, em espaço geográfico. Trata-se também uma das regiões mais estratégicas do país, em termos econômicos e geopolíticos.

Como coronel, o novo comandante do CMA foi adjunto da Casa Militar da Presidência da República e comandou, por um ano e três meses, a Missão de Estabilização das Nações Unidas no Haiti (Minustah). Antes de ser nomeado comandante do CMA, Augusto Heleno desempenhava a função de chefe do gabinete do comandante do Exército, general Enzo Martins Peri.

O Comando Militar da Amazônia existe desde 1956 e atualmente inclui organizações militares diversas. Sua atuação engloba os estados do Amazonas, Amapá, Rondônia, Roraima e Acre, além do norte do Tocantins.