São Paulo – Funcionários da Empresa Brasileira de Infra-estrutura Aeroportuária (Infraero) que trabalham no Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos (SP), iniciaram, na manhã desta quarta-feira (31), uma ?operação padrão?? não estão fazendo hora extra. De acordo com a Infraero, apesar de filas terem se formado no setor de embarque no período das 8h30 às 9h40, não houve, até o momento, registro de atrasos superiores a uma hora nos vôos.

Segundo o diretor do Sindicato dos Aeroportuários de Cumbica, Francisco Lemos, os trabalhadores decidiram, em assembléia realizada às 9h, não mais fazer horas extras até a próxima terça-feira. Após isso, caso as reivindicações não sejam aceitas pela Infraero, deve ocorrer uma paralisação total.

Lemos afirma que a Infraero não está cumprindo o acordo coletivo da empresa e que deveria ter contratado mais funcionários. Ele prevê problemas na operacionalidade de Cumbica no feriado de finados. ?O aeroporto já está operando de forma precária. Sem a hora extra, Guarulhos terá comprometida a sua operacionalidade?.

A Infraero foi procurada pela Agência Brasil mas não se manifestou sobre o problema.

Os funcionários do Aeroporto Internacional de Congonhas, em São Paulo, também realizam na tarde de hoje assembléia para decidir se fazem ou não operação padrão.