São Paulo – O estudante Guilherme Mendes de Almeida, de 15 anos, foi morto anteontem, por um segurança de rua no Alto de Pinheiros, na zona oeste. Guilherme foi atingido por cinco tiros e morreu no local depois de chamar a atenção do segurança, que dirigia em alta velocidade. Ele morava em uma rua próxima à Praça Vicentina de Carvalho e costumava freqüentar o lugar com um grupo de amigos. Uma testemunha que presenciou a morte do jovem e pediu para não ser identificada contou que Guilherme se desentendeu com o segurança na última quinta-feira. De acordo com a testemunha, na noite desta sexta-feira o vigia dirigia novamente o carro da empresa de segurança e passou pelo grupo de adolescentes em alta velocidade. Guilherme teria gesticulado para o motorista reduzir a velocidade. O vigia ficou irritado, parou o carro e seguiu a pé em direção aos adolescentes. O segurança teria pedido para que todos virassem de costas e depois matou Guilherme. O vigilante sacou uma arma e, antes que o jovem desse alguma explicação, atirou no peito e no rosto. O segurança fugiu em seguida.