enkontra.com
Fechar busca

Brasil

Brizola é sepultado ao lado de Getúlio e Jango

  • Por Redação O Estado Do Paraná
Cerca de 20 mil pessoas acompanharam
o funeral de Leonel Brizola.

São Borja – O ex-governador Leonel Brizola foi sepultado ontem, às 16h na cidade de São Borja, no Rio Grande do Sul. Cerca de 20 mil pessoas acompanharam o funeral do líder pedetista no cemitério Jardim da Paz. Brizola morreu na segunda-feira à noite vitima de um enfarte e foi homenageado durante três dias em todo o Brasil. O ex-governador foi velado no Rio de Janeiro, em Porto Alegre e sepultado em São Borja.

O corpo de Brizola foi enterrado ao lado do corpo de sua esposa. Neusa Goulart Brizola morreu em 93, em plena campanha eleitoral de Brizola para a presidência da República. Antes do enterro, simpatizantes do ex-governador cantaram o hino brasileiro e ouviram-se palavras de ordem como “Brizola, guerreiro do povo brasileiro”. Apenas familiares e políticos mais próximos ao ex-governador puderam ficar próximos do túmulo e acompanhar os discursos feitos por políticos do PDT.

Entre as autoridades que acompanharam o sepultamento estavam a governadora do Rio, Rosinha Matheus e o secretário de Segurança Pública do Rio, Anthony Garotinho. A Prefeitura de São Borja decretou ponto facultativo na cidade e o comércio não abriu suas portas. O policiamento na cidade foi reforçado. Cerca de 50 mil pessoas compareceram, anteontem, ao velório em Porto Alegre para se despedir do líder pedetista. Às sete horas de ontem, o velório foi fechado ao público.

O presidente da República em exercício, José Alencar, foi ao velório no Palácio do Piratini acompanhado do ministro da Integração Nacional, Ciro Gomes, e dos senadores Paulo Paim (PT-RS) e Heloísa Helena (AL). “Morreu alguém que passa a impressão de que todos nós, cada vez mais, temos que aprender e reaprender a defender nossas idéias. Não estou aqui para concordar com as idéias de Leonel Brizola, mas, sim, com a vida dele, de crenças e de garra. Este Palácio histórico, que já tive a honra de visitar, foi de onde ele comandou a resistência de 1961, o momento mais bonito que a minha geração presenciou e também o momento mais bonito da vida dele”, disse Alencar.

Políticos e militantes do PDT permaneceram durante a madrugada no velório. Por volta de 1h, chegou ao Palácio Piratini Getúlio Vargas Neto, neto do ex-presidente da República.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas