São Paulo – O homem brasileiro acha o sexo mais importante do que o europeu, mas ?falha? mais na hora do relacionamento e está menos satisfeito com a vida sexual. A constatação está numa pesquisa com 8.024 homens, de 18 a 69 anos em oito países das Américas e da Europa: Brasil, Canadá, México, Reino Unido, França, Alemanha, Itália e Espanha. O trabalho mostrou que 96% dos brasileiros e 87% dos europeus consideram o sexo importante, mas 30% e 24% não conseguiram praticá-lo por uma vez ou mais. E 52% dos brasileiros e 46% dos europeus acham que poderiam ter vida sexual melhor.

Na cama, os jovens brasileiros ?falham? mais, mas são recompensados pelos quarentões, que têm performance melhor que os do Velho Mundo. 8% dos brasileiros e 6% dos europeus, de 18 a 24 anos, já falharam alguma vez. Esse percentual sobe para 11% dos brasileiros de 25 a 39 anos, enquanto entre os europeus a disfunção atinge 9% deles de 25 a 29 anos e cai a 8% de 35 a 39 anos.