Antônio Nardoni, avô da menina Isabella, morta ao ser jogada do 6º andar do Edifício Residencial London, criticou neste domingo (20) o trabalho da Polícia Civil. Ao sair da sua casa, pela manhã, o advogado tributarista disse que a polícia desconsidera provas que são importantes e pesariam a favor da inocência de seu filho Alexandre Nardoni e sua nora Anna Carolina Trotta Peixoto Jatobá, indiciados pela morte de Isabella. Segundo ele, a polícia também não deu importância a alguns depoimentos relevantes.