O presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou nesta quarta-feira um acordo com o governo do Peru que garante a construção da rodovia interoceânica. A estrada ligará Inapari, na fronteira com o estado do Acre, aos portos peruanos Ilo e Matarani, no Pacífico. A rodovia, que será construída em 2 anos, está orçada em US$ 700 milhões.

Durante o evento, Lula afirmou que o Brasil vai fazer "todo o esforço que estiver ao seu alcance para que a tão sonhada integração do continente sul-americano se concretize definitivamente nos próximos anos."

Segundo o presidente, o Brasil sabe da importância de sua participação política para promover essa integração. "Essa integração supera rivalidade e desconfiança passadas. Vamos trabalhar em favor de uma América do Sul mais próspera, mais justa e mais eficiente."

O presidente participa da 3ª Reunião de Presidentes da América do Sul. Neste encontro, será anunciada oficialmente a criação da Comunidade Sul-americana de Nações.

A criação da Comunidade vem sendo discutida há mais de dez anos pelos presidentes dos países-membros do Mercosul e da Comunidade Andina, desde que as negociações entre os dois blocos teve início. A primeira reunião formal da Comunidade Sul-Americana será no Brasil, em janeiro de 2005, em local ainda não definido.

A Comunidade Sul-Americana será uma zona de livre comércio que não prevê, na etapa inicial, metas comerciais para a região. A intenção dos membros da Comunidade é assegurar a integração física e política, com projetos práticos de infra-estrutura que aproximem nações distantes do ponto de vista de negócios.