A Copa Caixa Stock Car disputa neste fim se semana sua primeira corrida do ano em um circuito de rua. O palco da terceira etapa é a cidade de Ribeirão Preto, que apresentou modificações em relação ao traçado utilizado na prova inaugural, em 2010.

A parte final do circuito utilizado no ano passado, que consistia de um trecho em descida, um hairpin e uma subida, contornando parte de uma rotatória que levaria à reta de chegada, foi eliminada. Em seu lugar, uma reforma foi feita na rotatória e o trecho anterior à esta parte foi ligado diretamente à reta principal com a construção de uma curva rápida para a esquerda, melhorando o acesso aos boxes e a segurança; em contrapartida, a velocidade no local será maior.

“Toda primeira corrida em um circuito de rua, além de ser extremamente complicada, é experimental. Durante e após a corrida, apontamos uma série de problemas que poderiam ser corrigidos para a edição seguinte, e foi o que aconteceu. Meses atrás, uma comissão de pilotos visitou o local e aprovou as mudanças. Agora, precisamos ver como será na prática”, afirma Ricardo Zonta, que conta com uma experiência invejável em circuitos de rua: já andou nos principais traçados do mundo, como Mônaco e Pau.

“Logicamente, a pista de rua é mais lenta que um autódromo e de difícil ultrapassagem, mas em relação a 2010, a tendência é melhorar em Ribeirão Preto. O miolo será o único setor mais ‘chatinho’, com chicanes e uma rotatória. Vendo pelo mapa, parece que a mudança foi acertada e isso deve proporcionar mais disputas”, completou o paranaense, que encerra na cidade do interior paulista uma maratona de cinco corridas consecutivas, alternando a Stock Car e o Mundial de FIA GT. No campeonato nacional, Zonta pontuou nas duas provas, foi o terceiro colocado em Curitiba e ocupa a quarta posição na tabela, a bordo do carro do Crystal Racing Team.

A programação em Ribeirão Preto, por conta do trânsito da cidade, será encurtada em dois dias e começa no sábado, com dois treinos livres e a tomada de tempos. A corrida acontece no domingo, com transmissão ao vivo da Rede Globo a partir das 11 horas (de Brasília).