Fábrica do bairro Ipiranga (SP),
instalada em 1925.

A General Motors do Brasil completou 78 anos de atividades no Brasil no último domingo. A empresa foi fundada em 26 de janeiro de 1925, quando começou a funcionar em galpões alugados no bairro do Ipiranga, em São Paulo.

História de sucesso

Desde sua implantação no Brasil, quando montava apenas veículos importados, a GMB nunca parou de evoluir. Mas foi a partir do início da década de 90 do século XX que a empresa adotou uma ousada estratégia de renovação completa de sua linha de veículos.

Desde sua fundação, em 1925, a GM acumulou uma história de sucesso no Brasil. Em setembro daquele ano foi conhecido o primeiro Chevrolet montado no País, um furgão de entregas urbanas. Já em 1927, acumulava a produção dos primeiros 25 mil veículos.

Em 32, fabricou o primeiro ônibus com carroceria do País e, durante a Segunda Guerra Mundial, entre 1942 e 1945, 2 mil veículos a gasogênio para uso civil. Em 1968, a GMB lançou seu primeiro carro de passageiros Chevrolet, o Opala de quatro portas. Em 1973, lançou um carro de pequeno porte, o Chevette. Ambos ultrapassaram a marca de 1 milhão de veículos vendidos.

Em 1959, a GM inaugurou seu segundo Complexo Industrial no País, em São José dos Campos, na região do Vale do Paraíba. No início da década de 70, a GM do Brasil lançou o primeiro modelo de conceito mundial, o legendário Monza, que chegou a liderar o mercado de veículos mais vendidos no País. Mais tarde, lançaria outro sucesso de mercado, o Kadett.

Modernidade

A partir do início da década de 90, com a abertura da economia brasileira às importações, a empresa deflagrou uma verdadeira renovação de toda sua linha de produtos, começando com a montagem do Omega (versão nacional) e prosseguindo com o Vectra (ciclo anterior à atual linha), o Corsa, picape S10 e utilitário esportivo Blazer, monovolumes Zafira e Meriva, Celta e novos Corsa “hatchback” e sedã. Atualmente, a empresa também oferece dois modelos importados ao mercado, o Omega e o utilitário esportivo Tracker.

Hoje, próxima de alcançar oito décadas de existência, a empresa vive um momento de plena expansão no mercado interno brasileiro e também nas exportações para mais de 30 países de todo o mundo.