O que as pessoas estão dispostas a fazer pelo “milagre” do emagrecimento? A contar por uma intervenção artística feita no Canadá, muito, até tomar água em que as salsichas (ou vina para os curitibanos) foram fervidas. O experimento, claro, não tem comprovação científica nenhuma, mas muita gente não se privou da bebida.

A água foi vendida em uma feira, em Vancouver, no Canadá, em um evento que aconteceu no último domingo (17). A ideia partiu do artista Douglas Bevans que distribuiu 60 litros de água de salsicha em garrafas como se fosse uma nova fórmula secreta e milagrosa para emagrecer. A barraca anunciava que a bebida fazia parte de uma dieta que proporcionava, além da perda de peso, aumento da capacidade cerebral e rejuvenescimento.

Para olhares mais atentos, porém, a garrafa vinha com uma inscrição: “A água de salsicha, com sua esquisitice, espera desenvolver o pensamento crítico sobre o campo da publicidade e sua influência em nosso comportamento enquanto consumidores” (em livre tradução).

Douglas disse em entrevistas a veículos canadenses que o objetivo da empresa fictícia Hot Dog Water era justamente testar o senso crítico das pessoas.

Um participante da feira postou em suas redes sociais: “Este estande que vende água de cachorro-quente não filtrada é uma das coisas mais estranhas no dia sem carro, e eu não tenho ideia – literalmente nenhuma – sobre se é real ou um truque elaborado.”

Felizmente, não passou de uma brincadeira.