O senador Antonio Carlos Magalhães encaminhou hoje uma carta ao relator do processo de expulsão deputado Gilberto Kassab (PFL-SP), em que faz uma retratação pública e considera a conciliação como o melhor caminho para o partido. ?Conheço o senador Jorge Bornhausen. Sei de suas qualidades e de sua vida pública. Proba e honesta. Todos sabem quantas vezes já disse que ?ele é um bom presidente?, afirma Antonio Carlos Magalhães se referindo ao presidente licenciado do PFL, Jorge Bornhausen.

ACM conclui a carta reafirmando o ?espírito conciliatório? e sua disposição de buscar a melhor solução para o partido. Com este desfecho, chegou ao fim a crise no PFL envolvendo o presidente nacional licenciado do partido, senador Jorge Bornhausen (SC), e o senador Antonio Carlos Magalhães (BA). (Leia mais na edição de amanhã do jornal O Estado do Paraná)