Contar um pouco sobre Curitiba a partir de relatos de bufões é o que o público irá acompanhar na tragicomédia Já viu como um pinguim anda? Ou Cuidado, um abismo nublado pode estar tramando algo inimaginável, peça dirigida por Fátima Ortiz, com idealização cênica e direção adjunta de Vanessa Corina, que estreia hoje no Teatro Novelas Curitibanas. O texto é de Luiz Felipe Leprevost.

Criada pela companhia Círculo de Encenação e Pesquisa Pé no Palco, o espetáculo aborda uma Curitiba com o nome de SinGélida, uma cidade cinza e singela. “São seis histórias contadas pelos bufões. Buscamos fatos antigos, como a neve de 1975, brincar com a característica reprimida do nosso povo, abordar aspectos políticos, ironias, figuras conhecidas da cidade, como a rainha do papel Efigênia Rolim, que dá vida ao figurino, entre outras coisas. O mais legal é que toda a equipe é daqui de Curitiba, pois nada melhor do que curitibanos para falar da sua cidade, além é claro de valorizar toda a clássica artística daqui”, conta Corina.

A diretora adjunta revela o porquê de fazer uma peça com o uso dos bufões e o que os espectadores podem esperar do evento. “O bufão é uma figura mágica, que tem um carisma enorme, apesar de ser um pouco sombrio. Ele denuncia a verdade com ironias e brincadeiras, fazendo esse jogo em que há lucidez no meio de um turbilhão de loucura. É um ponto de vista interessante e que se fosse com outro personagem, a peça soaria bem diferente. Portanto, o público vai apreciar um espetáculo que brinca com as emoções, que traz momentos poéticos, valorizando principalmente o amor. Diria que é os sentimentos expostos são variados. Tudo isso pontuado por uma trilha sonora composta pelo Leprevost e pelo músico Troy Rossilho, que dá um tempero a mais para o espetáculo”, afirma.

Serviço

Espetáculo Já viu como um pinguim anda? Ou Cuidado, um abismo nublado pode estar tramando algo inimaginável. Estreia hoje e segue até o dia 29 de agosto, sempre de quinta-feira a domingo, às 20h, no Teatro Novelas Curitibanas (Rua Carlos Cavalcanti, 1222, Centro). Ingressos: R$ 10 (inteira). Mais informações: (41) 3029-6860.