enkontra.com
Fechar busca

+ Pop

Estreia em abril

Mariana Ximenes volta à TV como a sedutora Adalgisa, da minissérie ‘Se Eu Fechar os Olhos Agora’

  • Por Redação / Tribuna do Paraná
Atriz é um dos destaques do elenco da minissérie. Foto: Divulgação/TV Globo

Oano é 1960, mas poderia muito bem ser 2019. O figurino é diferente, os carros menos modernos, a tecnologia ainda nem tão avançada, mas as temáticas, estas ultrapassam a barreira do tempo, como será possível ver na nova minissérie da Globo, Se Eu Fechar Os Olhos Agora, que tem estreia prevista para
o mês de abril. Com texto de Ricardo Linhares, inspirada no livro homônimo de Edney Silvestre, a produção trata de temas atemporais, como racismo e intolerância, que estão presentes na narrativa de diversos personagens.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

A ideia de adaptar o livro – vencedor do Prêmio Jabuti de Melhor Romance e o Prêmio São Paulo de Literatura na categoria Estreante – para a TV partiu de Linhares, que acabou se tornando amigo do  jornalista ao longo do percurso. “Ele foi fiel ao argumento do livro, mas fez todas as modificações necessárias para criar um belo roteiro para uma obra dramatúrgica na TV. O Ricardo sublinhou os temas do racismo e da intolerância do meu romance. Eu lia sempre muito curioso para saber como ele transformaria aquele história. Amei o resultado”, comenta Edney.

A história é contada através das lembranças de Paulo (João Gabriel D’Aleluia/Milton Gonçalves), na fictícia São Miguel. Ao lado do amigo Eduardo (Xande Valois), o jovem Paulo aprende que as relações no “mundo dos adultos” são muito mais complexas do que parecem. “No início, parece uma trama inocente, focada no Paulo e no Eduardo, mas aos poucos vai revelando toda a crueldade que existe no mundo dos adultos”, instiga Linhares.

+Leia também: Cozinheiro desempregado que estava em fila é contratado durante programa da Band

Destaque feminino

No entanto, um dos grandes destaques do elenco é Mariana Ximenes, que interpreta Adalgisa, uma mulher à frente de seu tempo. “Ela tem um humor ácido e preciso, tem uma sagacidade absurda, mas ao mesmo tempo uma profundidade e uma amargura bem profundas, mas que ela não revela. Tem tiradas absolutamente inteligentes. A Adalgisa é uma mulher moderna, contemporânea, usa calça, é sensual. É irreverente e se expressa desta forma na hora de se vestir, no cabelo, na maquiagem, nas unhas e na própria atitude”, revela a atriz.

Adalgisa é casada com um empresário de sucesso, dono da fábrica de tecidos União & Progresso, Geraldo Bastos (Gabriel Braga Nunes). Ele tem a esposa como seu maior troféu. Conquistar a deslumbrante Miss Distrito Federal foi uma vitória pela qual ele nunca deixou de se vangloriar. Tanto Geraldo quanto Adalgisa são considerados modernos para os padrões da sociedade de São Miguel.
Um casal vibrante, que provoca inveja por onde passa. Dentro de casa, no entanto, eles mantêm uma relação de respeito e carinho, mas sem qualquer rompante de paixão. Cada um, a seu modo, vive
dentro da própria bolha de solidão.

Ator da Record e atriz curitibana estão em cartaz em peça do Festival de Curitiba

 

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas