enkontra.com
Fechar busca

+ Pop

mais-pop

Redução de verbas deve levar a fechamento de polos do Projeto Guri

  • Por Estadão Conteúdo

A Associação Amigos do Projeto Guri comunicou nesta sexta-feira, 29, funcionários a respeito da possibilidade de fechamento de parte de seus polos de atuação. Segundo a entidade, responsável pela atividade do projeto no interior e no litoral do Estado, a medida se deve à incerteza com relação ao repasse de verbas por parte da Secretaria de Cultura e de Economia Criativa do Estado de São Paulo, que teve seu orçamento reduzido em 23% por conta de um contingenciamento de verbas determinado pelo governo, o que equivale a R$ 148 milhões.

“Até o momento, a Amigos do Guri não obteve da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, nossa principal mantenedora, a confirmação de que iremos receber os recursos que seriam necessários à manutenção de atual rede de atendimento. Estudo preliminar indica a necessidade de um possível fechamento de polos do interior e litoral, cujos funcionários entraram em aviso prévio hoje. O Projeto Guri segue em negociação com a Secretaria para reverter essa situação”, explica a associação em nota enviada ao blog.

O Projeto Guri trabalha a formação musical no contexto da inserção social e tem 340 polos no interior e no litoral. Atualmente, mais de 50 mil alunos entre 6 e 18 anos são atendidos pelo projeto. A Amigos do Guri não quis adiantar o impacto exato da redução de verbas em suas atividades, explicando que prefere antes concluir as negociações com o governo. O blog apurou, no entanto, que a redução também estaria na casa dos 20%, com o orçamento indo de R$ 70 milhões para R$ 55 milhões, o que pode levar ao fechamento de cerca de 150 dos polos de atuação e à demissão de mais de 600 professores. A redução gerou repercussão nas redes sociais: um abaixo-assinado em defesa do projeto, criado na tarde de hoje, já tinha 45 mil assinaturas no começo da noite.

Procurada, a Secretaria de Cultura e de Economia Criativa do Estado de São Paulo informou, por meio de nota oficial, que não considera a possibilidade de encerrar as atividades do Guri, e que os orçamentos ainda estão sendo negociados – mas defendeu a necessidade de ajustes. “O impacto do contingenciamento nos programas, instituições e ações da Secretaria de Cultura e Economia Criativa está sendo avaliado. As metas são minimizar as consequências e buscar mais eficiência e mais eficácia. Estamos fazendo reuniões individuais com cada uma das 18 organizações sociais, incluindo as gestoras do Projeto Guri, para definir as prioridades e os ajustes necessários. Trata-se de um imperativo da realidade orçamentária do Estado”.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas