enkontra.com
Fechar busca

+ Pop

Quadrinista Joe Kubert morre aos 85 anos nos Estados Unidos

Artista polonês, radicado nos EUA, não teve a causa da morte confirmada

Um dos mais longevos e admirados profissionais das histórias em quadrinhos, o americano Joseph Kubert morreu ontem, aos 85 anos, nos EUA, após um período de internação hospitalar. A causa da morte não havia sido confirmada até as 14h de hoje.

Filho de uma família judia, Kubert nasceu na Polônia em 1926 e se mudou para Nova York ainda bebê. Começou a trabalhar com quadrinhos em 1938, quando tanto ele quanto o próprio meio mal tinham saído da infância.

Ao longo de mais de sete décadas de carreira, foi desenhista, roteirista, editor e professor de histórias em quadrinhos. Trabalhou para todas as grandes editoras, criou personagens e uma respeitada escola de HQs (em 1976).

Continuou produzindo até o fim: em junho foi lançada nos EUA a graphic novel “Before Watchmen: Nite Owl” (derivada do clássico de Alan Moore), que Kubert desenhou com seu filho Andy.

Outro lançamento estava marcado para outubro: a minissérie “Joe Kubert Presents”, publicada pela editora DC, com novas histórias de personagens que marcaram a carreira do artista.

Destes, os principais são o Gavião Negro e o Sargento Rock, um soldado que ele ajudou a criar, em 1959.

Kubert também é creditado como um dos criadores da primeira HQ em 3D, “Three Dimension Comics” (1953).

Com Muriel, sua mulher –morta em 2008, de câncer–, Kubert teve cinco filhos. Seus caçulas, Andy, 50, e Adam, 52, foram alunos e professores na escola da família e acabaram se tornando artistas respeitados das HQs.   

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas