Foto: Divulgação

Maioria das imagens foi feita em preto e branco.

Profissional reconhecido em mostras de arte, festivais de fotografia, bienais, em eventos nacionais e internacionais, Orlando Azevedo exibe no Museu Oscar Niemeyer (Rua Marechal Hermes, 999) a partir de amanhã, das 10h às 18h, a exposição Expedição Coração do Paraná, que se trata de parte do acervo documental que produziu durante suas viagens pelo interior do Estado. São 200 imagens, a maior parte em preto e branco.

Em busca do antigo sonho de dar voz ao interior através da fotografia, ao mergulhar em sua identidade, personagens anônimos, paisagens, crenças e ritos, Azevedo percorreu mais de 17 mil quilômetros, passando por mais de 100 municípios paranaenses, entre o final do ano passado e o início deste ano.

?É no interior que ainda encontramos a verdadeira identidade de nosso Estado. Sua marca e sua cara. Embora as mudanças sejam de implacável rapidez em sua ação, há um Paraná que resiste e mantém sua paisagem e suas origens como verdadeiros oráculos perdidos no tempo?, destaca.

Durante a viagem, ele disse ter encontrado lugares onde ainda é possível apreciar paisagens do século passado, em que o tempo ?parece cristalizado, felizmente?.

Entre negativos, o fotógrafo realizou mais de sete mil fotos. Nenhuma imagem da exposição foi realizada com equipamento digital. Toda a documentação fotográfica foi produzida com câmeras analógicas e as cópias processadas em papel de fibra Ilford Mate selenizado, conforme as normas e exigências museológicas internacionais. ?Na realidade, a máquina e o filme estão para o fotógrafo da mesma forma que estão a paleta, o pincel e a tela para o pintor. Ainda não abro mão de apresentar a imagem sem nenhum tratamento. A imagem apresentada é aquela que eu vi pelos meus olhos.?

Para colocar a expedição na estrada, tudo foi preparado com meses de antecedência. Segundo Azevedo, todo o roteiro, desde o percurso até o tipo de equipamento a ser utilizado, foi feito a partir de pesquisas históricas e biográficas. A Expedição Coração do Paraná é derivada do projeto Coração do Brasil, realizado entre 1999 e 2002 e apresentado nos principais museus do País.

Serviço:

Expedição Coração do Paraná. Exibição até o dia 29/10, no MON (Rua Marechal Hermes, 999). De terça a domingo, das 10h às 18h. Preços: R$ 4 adultos e R$ 2 estudantes identificados. Crianças de até 12 anos, maiores de 60 e grupos de estudantes de escolas públicas, do ensino médio e fundamental, agendados, não pagam.