Fora das telas da Globo, Glenda Kozlowski decidiu se aproximar do público por meio das redes sociais. No Instagram, a jornalista gravou um vídeo para contar como se sente fora da emissora. “Durante 27 anos, meu sobrenome era ‘Glenda de onde? Da Globo’. Até porque Kozlowski não ajuda, né? Mas o sentido real sempre fluiu dentro de mim como algo normal, afinal, eu praticamente morava ali dentro”, declarou.

Em outubro, a jornalista saiu da Globo após o longo período. A apresentadora do programa Tá na Área, do SportTV, optou por não renovar o contrato. Em 2018, Glenda participou da cobertura da Copa do Mundo da Rússia.

+Leia também: Pra elogiar Lívia Andrade, Silvio Santos chama sua esposa de “porcaria”

No vídeo em que reflete sobre sua vida, a jornalista disse que, após passar metade da vida na Globo, agora tem a liberdade para perceber a pluralidade e se reencontrar. “Olhar para o mundo plural e entender que existem infinitas possibilidades de mim mesma é bom demais. O difícil é que o mundo gosta do tal sobrenome. ‘Fulana de onde?’, ‘Faz o que?’…de atleta a repórter, de apresentadora a narradora, de ‘Glenda da Globo’ a Glenda Kozlowski. Estou por aqui, eu e as minhas versões”, refletiu.

O fato de ter saído da Globo e não ter ido a outro lugar também fez parte da narrativa de Glenda no Instagram. “Sempre gostei de buracos negros, aqueles momentos em que você pisa no nada para entender o todo. Só que buracos negros trazem a tal da insegurança, do nada para lugar nenhum. Sentiu o frio na barriga? É aí que entra a adrenalina. Estar aberta ao novo, sem medo, sem vergonha, sem o ego infernizando, sem freios. Apenas de braços abertos. É como nascer novamente”, concluiu.