Na data em que se comemora o Dia Mundial do Meio Ambiente, nesta segunda-feira (5), será aberta a exposição ?Terra indígena de Mangueirinha povo guarani e kaingang?, da jornalista Josina de Mello, no hall térreo da Biblioteca Pública do Paraná. A mostra reúne 50 fotos (30×45) produzidas com a assistência de Jasmine de Mello Quadros, de 11 anos, neta de Josina.

?Através desta exposição proponho repensar nossa trajetória neste planeta. Repensar as diferenças essenciais para a compreensão do ser humano. Repensar nossos recursos naturais e seus guardiões: os índios, donos originais desse Brasil?, analisa.

Os trabalhos de Josina na reserva de Mangueirinha iniciaram no ano passado. A jornalista fazia a produção executiva do livro ?Tataendy ? a chama e a morte ? um olhar sobre os guaranis?, de Ricardo Petracca. Ali se encantou, principalmente, com as crianças indígenas. Fotografou, então, os guaranis e teve a idéia de montar uma exposição. Há um mês (depois de um ano), retornou à reserva para fotografar os kaingangs. ?Traduzo nessas fotos meu olhar sobre os M?byá guarani, os kaingangs e seu habitat?.

Ecossistema

?As crianças indígenas ainda mantêm a intimidade com a floresta, com as água, a terra. É natural andar pela floresta, catar e cozinhar pinhões, brincar no rio e na terra. Estas crianças nada disputam entre si. Somente compartilham. As tecnologias do mundo atual afastaram nossas crianças do meio ambiente. Precisamos sensibilizá-los novamente?, argumenta Josina.

Na reserva de Mangueirinha está o maior ecossistema de araucária do Paraná. ?Dos 17.500 hectares que compõem, cerca de 8 mil são de mata de araucária preservadas dos olhares e ações capitalistas de tantas madeireiras?, analisa.

A mostra, que seguirá em cartaz até o próximo dia 17, será itinerante. Josina quer aproveitar outras datas comemorativas para expor seu trabalho. Como exemplo, cita o Dia das Crianças e o Dia da Árvore. Entrevistas podem ser marcadas com Josina de Melo pelo telefone 8421.0194.

Serviço:
Exposição ?Terra indígena de Mangueirinha (povo guarani e
kaingang)
Data: 5 a 17 de junho
Local: Hall térreo da Biblioteca Pública do Paraná ? Rua Cândido Lopes, 133.