Seguindo com a divulgação do novo álbum de sua carreira, Anitta apresentou Kisses na Espanha, na cidade de Madrid, e concedeu uma entrevista ao site espanhol Shangay. No bate-papo, a cantora revelou detalhes de sua vida sexual. “Bissexualidade tem sido uma realidade para mim há muito tempo, mais de dez anos. Escolhi o jeito certo de compartilhá-lo porque não queria contar diretamente para a imprensa”, afirmou Anitta. A cantora temia que a mídia “não soubesse tratar o tema de forma respeitosa”.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

Anitta falou sobre o assunto de forma breve em um dos capítulos do documentário sobre a vida dela disponível no catálogo da Netflix. Ainda na entrevista para a mídia espanhola, ela disse que queria fazer a revelação com absoluta normalidade. “Porque é algo que qualquer um pode experimentar. E eu esperei pelo momento perfeito para fazê-lo. Agora estou em um lugar onde muitas pessoas me ouvem e eu queria aproveitar isso para poder fazer a diferença”, ressaltou.

+Viu essa? Anitta gosta de sexo a três, sempre com mais uma mulher!

A cantora disse que descobriu a bissexualidade quando tinha apenas 13 anos de idade. “E meu irmão, todos ficam quietos sobre o assunto, agem normalmente. Eu tive muita sorte com minha família. Não é que minha mãe ame esse fato, mas sempre me amou como eu sou, me respeita. Meu irmão não se dava tão bem na adolescência, porque às vezes eu roubava algumas pretendentes dele”, relembra, com bom humor.

Na capa do álbum Kisses, Anitta aparece em uma foto montada de frente para ela mesma, apenas com tapas seios e uma peruca loira, se beijando. “Isso revela uma mulher independente, que não precisa de mais ninguém, nem para beijar”, concluiu a cantora.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Internautas comparam Anitta com a Momo: e aí, parece mesmo?