A Agência Mundial Antidoping (Wada, na sigla em inglês) anunciou nesta terça-feira a criação de uma comissão independente para investigar as acusações de doping generalizado entre os atletas russos e encobrimento de casos de uso de substâncias proibidas, que foram realizados pelo canal de TV alemão ARD.

A comissão de três membros será liderada por Dick Pound, ex-presidente da Wada, e também contará com o advogado Richard McLaren. O nome da terceira pessoal que completará o painel ainda será anunciado. Além disso, a Wada explicou que a comissão vai iniciar a sua investigação no próximo mês.

O presidente da Wada, Craig Redie, disse que se a investigação encontrar qualquer violação das regras antidoping, a agência “irá assegurar que qualquer indivíduo ou organizações envolvidos serão tratados de forma adequada nos termos do Código Mundial Antidoping”.

Em um documentário, o canal de TV ARD apresentou um vídeo em que atletas e treinadores admitem casos de doping e a existência de um esquema para encobertá-los. E serão essas graves acusações que os membros da comissão da Wada vão apurar.