O resultado do GP do Canadá do Mundial de Fórmula 1, realizado no último domingo, não foi o ideal para Fernando Alonso, mas animou o espanhol para a continuidade da temporada. O piloto da Ferrari achou positivo o fato de finalmente um carro diferente, que não seja um da Mercedes, ter vencido uma prova, apesar de a vitória do australiano Daniel Ricciardo, da Red Bull, ter significado a queda do ferrarista do terceiro para o quarto lugar na classificação geral.

“Isso nos dá motivação e nos mostra como as coisas podem acontecer em um fim de semana. Pode ser o clima, a segurança do carro, muitos fatores”, disse Alonso, em entrevista ao site da Autosport. “Se podemos ganhar uma corrida neste ano? Sim, tudo pode acontecer”, garantiu o espanhol, que exemplificou sua tese citando o caso da Red Bull.

“Quem pensaria que eles ganhariam uma corrida tão cedo após os treinos do início do ano?”, questionou. “A Mercedes estava exercendo um domínio absoluto, mas teve problemas mecânicos. Você tem que estar ali para aproveitar qualquer oportunidade possível e a Red Bull estava ali”, completou Alonso, sexto colocado no GP do Canadá.

A dupla da Mercedes sobra na liderança do Mundial de Pilotos. O alemão Nico Rosberg está na primeira colocação, com 140 pontos, seguido pelo inglês Lewis Hamilton, com 118. Ricciardo aparece no terceiro posto com 79 pontos, dez à frente de Alonso. A próxima etapa do campeonato será o GP da Áustria, no dia 22.