Passados quase um mês desde a última etapa disputada no Mundial de Fórmula 1, na Hungria, em 28 de julho, o alemão Sebastian Vettel mostrou que ainda é o mais rápido da categoria. Nesta sexta-feira, o piloto da Red Bull, líder da temporada, cravou a melhor marca do primeiro dia de treinos livres para o GP da Bélgica, que acontecerá no domingo, e confirmou que continua em grande forma.

Vettel alcançou a marca de 1min49s331 na segunda sessão, à tarde, quando todos os pilotos anotaram seus melhores tempos. A Red Bull ainda pôde comemorar uma dobradinha nas primeiras colocações, já que o australiano Mark Webber foi o segundo, com 1min49s331. Na terceira posição apareceu a Lotus do francês Romain Grosjean, que deixou Ferrari e Mercedes para trás e cravou 1min50s149.

Mas o treino também foi positivo para o brasileiro Felipe Massa. Depois de ver Fernando Alonso fazer a melhor marca da sessão da manhã, com 1min55s198, o piloto superou seu companheiro de Ferrari na parte da tarde e marcou 1min50s164. O espanhol ficou apenas com a sétima posição, ao cravar 1min50s510.

Outra surpresa entre os primeiros colocados foi o francês Jean-Éric Vergne, que colocou sua Toro Rosso em uma inesperada quinta posição com o tempo de 1min50s253. Logo atrás dele apareceu a Lotus de Kimi Raikkonen, vice-líder do Mundial, que anotou 1min50s318.

A decepção do dia ficou por conta da Mercedes, que não conseguiu incomodar as principais equipes. Nico Rosberg anotou 1min50s601 e foi apenas o nono, enquanto Lewis Hamilton foi ainda pior e terminou em 12.º, com 1min50s751.

Os pilotos voltam à pista às 6 horas (de Brasília) deste sábado para mais um treino livre e em seguida, às 9 horas, disputarão o treino classificatório. O GP da Bélgica de Fórmula 1, no circuito de Spa-Francorchamps, acontecerá no domingo, também às 9 horas.

 

Confira a classificação do primeiro dia de treinos livres para o GP da Bélgica:

1º – Sebastian Vettel (ALE/Red Bull), 1min49s331

2º – Mark Webber (AUS/Red Bull), a 0s059

3º – Romain Grosjean (FRA/Lotus), a 0s818

4º – Felipe Massa (BRA/Ferrari), a 0s833

5º – Jean-Éric Vergne (FRA/Toro Rosso), a 0s922

6º – Kimi Raikkonen (FIN/Lotus), a 0s987

7º – Fernando Alonso (ESP/Ferrari), a 1s179

8º – Sergio Pérez (MEX/McLaren), a 1s205

9º – Nico Rosberg (ALE/Mercedes), a 1s270

10º – Paul di Resta (ESC/Force India), a 1s280

11º – Adrian Sutil (ALE/Force India), a 1s298

12º – Lewis Hamilton (ING/Mercedes), a 1s420

13º – Nico Hulkenberg (ALE/Sauber), a 1s641

14º – Pastor Maldonado (VEN/Williams), a 1s660

15º – Jenson Button (ING/McLaren), a 1s864

16º – Daniel Ricciardo (AUS/Toro Rosso), a 2s116

17º – Valtteri Bottas (FIN/Williams), a 2s237

18º – Esteban Gutiérrez (MEX/Sauber), a 2s313

19º – Giedo van der Garde (HOL/Caterham), a 3s826

20º – Charles Pic (FRA/Caterham), a 3s920

21º – Jules Bianchi (FRA/Marussia), a 4s151

22º – Max Chilton (ING/Marussia), a 5s087