A diretoria do Vasco descartou com veemência a notícia veiculada por um jornal português sobre uma proposta feita ao técnico Jesualdo Ferreira, do Panathinaikos, da Grécia. Com a equipe vindo de duas vitórias no Campeonato Brasileiro sob o comando de Cristóvão Borges, os dirigentes cruzmaltinos estavam preocupados com a repercussão.

“Está na cara que é uma (notícia) ‘cavada’. A temporada do futebol europeu terminou e agora está na época das especulações”, disse o vice de futebol José Hamilton Mandarino. “Estamos satisfeitos com o trabalho do Cristóvão e nunca procuramos esse ou qualquer outro treinador”.

A prioridade vascaína é aproveitar a pausa no Campeonato Brasileiro para avançar na renovação dos contratos que vencem nos próximos meses. Os casos mais urgentes são o do atacante Eder Luís e do volante Fellipe Bastos, que estão no clube por empréstimo do Benfica, de Portugal.