São Paulo – Depois de 17 anos, Sérgio se despede do Palmeiras amanhã, em jogo contra o Fluminense, no Rio. O contrato do goleiro termina no dia 31 de dezembro e não será renovado. Ontem, ele primeiramente tentou negar que já tivesse tudo acertado para jogar no Corinthians em 2007, mas, em seguida, cometeu um deslize que deixou claro que seu destino é mesmo o Parque São Jorge. ?Deixo muitos amigos aqui no Palmeiras, mas vou continuar falando com o pessoal. Isso é comum entre jogadores dos times grandes de São Paulo?, afirmou

Ao perceber que havia ?entregado? seu destino, o goleiro sorriu amarelo. ?Veja bem, não tem nada certo com o Corinthians. Recebi só um telefonema do Leão, que é meu amigo e uma pessoa que eu respeito muito?, comentou Sérgio. ?Ainda tenho contrato com o Palmeiras. Só depois do dia 31 é que eu vou decidir meu futuro.?

Punição

O Palmeiras foi punido ontem pelo STJD pelas pedras atiradas por sua torcida no gramado do Palestra Itália, no último domingo, quando perdeu para o Inter por 4 a 1. O clube terá que pagar multa de R$ 10 mil e ainda perdeu o mando de campo de uma partida.

A procuradoria do STJD também pediu a interdição do Estádio Palestra Itália por causa do incidente, mas o Palmeiras foi absolvido nesse caso. De qualquer maneira, os advogados do clube já avisaram que vão recorrer da punição aplicada ontem pela 4.ª Comissão Disciplinar do STJD.

Ainda por causa do jogo do último domingo, dois jogadores foram condenados ontem, depois de terem sido expulsos de campo. Juninho Paulista pegou três jogos e Elder Granja, do Inter, dois.