Abalado pela punição de quatro jogos dada pela Conmebol ao atacante Luis Fabiano, o São Paulo entra em campo neste sábado diante do Bragantino, às 18h30, no estádio do Morumbi, pela 14.ª rodada do Campeonato Paulista, para tentar devolver a alegria ao seu principal atacante. O jogador pegou o gancho por proferir “graves insultos” ao árbitro colombiano Wilmar Roldán após o apito final do jogo contra o Arsenal, no Pacaembu, no início deste mês. Como já cumpriu um, não atuará mais na fase de grupos e na partida de ida das oitavas de final, caso o time se classifique.

“Pessoas que estavam próximas dele falaram que ele não fez nada. Foi um fato isolado”, afirmou Paulo Henrique Ganso, presente naquela partida. Ao ser informado sobre a punição, Luis Fabiano não quis se pronunciar. “Ele é um jogador muito importante, de qualidade indiscutível e nosso artilheiro. É uma perda muito grande”, explicou o meia Paulo Henrique Ganso, que terá a chance de ser titular novamente ao lado de Jadson neste sábado.

O jogador que veio do Santos confessa que está se sentindo bem na equipe e acha que pode render ainda mais com a camisa do São Paulo. “Minha intenção é sempre melhorar e também conseguir ajudar na marcação. Para ter mais entrosamento, eu e o Jadson precisamos conversar bastante e vamos trocar de posição para confundir o adversário”, continuou Ganso, que se mostra otimista em relação ao seu desempenho. “Quero alavancar minha carreira no São Paulo e na seleção brasileira. É o começo de tudo”, afirmou.

Em relação ao time que enfrentou o São Bernardo, na última quarta-feira, a novidade deve ser o volante Wellington, que cumpriu suspensão automática e pode ficar com a vaga de Denilson. Mas o técnico Ney Franco ainda não poderá contar com Osvaldo, que está na seleção brasileira.

Além da partida contra o Bragantino, o São Paulo encara ainda o Paulista e o Corinthians antes do duelo diante do The Strongest, pela Libertadores. A diretoria vai enviar para a Conmebol uma defesa para tentar diminuir a pena para Luis Fabiano, que ainda foi multado em R$ 10 mil pela entidade sul-americana.