O São Paulo se recuperou rápido da eliminação na Copa do Brasil. Mostrando um bom futebol, o time ganhou do Sport em casa por 3 a 0, neste sábado, e entrou no G-4 do Campeonato Brasileiro, tirando a vaga do Santos, que joga neste domingo contra o Palmeiras.

O resultado deixou o time tricolor com 53 pontos na competição, atrás apenas de Corinthians, Atlético-MG e Grêmio. Na próxima rodada, o São Paulo visita o Cruzeiro para tentar a segunda vitória seguida e se manter na brigar por uma vaga na Libertadores do próximo ano. Já o Sport estacionou nos 49 pontos, em sétimo, e recebe o Grêmio na Ilha do Retiro domingo que vem.

Com jogadores de bom toque de bola e movimentação no meio, o time paulista começou dominando a partida e não dando chances para os rivais. Wesley, Ganso, Thiago Mendes e Michel Bastos ocupavam os espaços e sempre apareciam para receber a bola. Não demorou para o São Paulo ter a primeira boa jogada, com o cruzamento de Wesley que Pato mandou de cabeça no travessão.

Pouco depois, Ganso chutou com perigo e a bola passou perto. Aos 18, em nova jogada de Wesley pela direita, o cruzamento passou por todo mundo e sobrou para Ganso mandar para o gol, abrindo o placar.

Com a vantagem, o São Paulo diminuiu um pouco o ritmo, mas não correu riscos. O Sport, mesmo com três atacantes, não conseguia levar perigo para os donos da casa, que quase marcaram com Pato, em boa cobrança de falta que Danilo Fernandes espalmou. Mas aos 42 não teve jeito. Pato fez jogada individual, passou para Luis Fabiano, que marcou o segundo.

Na etapa final, o técnico Falcão mexeu no time, colocando Régis no lugar de Maikon Leite, para reforçar o meio de campo da equipe e tentar tomar o controle do jogo. Só que não deu muito certo. O time até atacava, mas não conseguia ser eficiente na hora do último passe.

O São Paulo, por sua vez, tocava a bola, se movimentava e não deixava o adversário pressionar. Logo aos quatro minutos, Ganso cobrou falta com perfeição e Danilo Fernandes fez ótima defesa. Pouco depois, em linda jogada individual de Pato, ele sofreu pênalti, mas o juiz nada marcou, irritando o são-paulino.

A torcida já começava a pedir mudanças no ataque quando Michel Bastos, aos 18, arriscou de fora da área e fez o terceiro. A partir daí, Doriva tirou dois de seus goleadores do dia, Bastos e Luis Fabiano, colocando Alan Kardec e Rogério. A intenção era dar mais fôlego para o time na frente, caso o Sport viesse a incomodar.

Falcão também mexeu novamente no time, reforçando o ataque, mas com três gols de vantagem, o São Paulo já estava ciente de que a vitória viria sem problemas. O jogo ficou um pouco mais lento e os dois times tiveram chances, mas não aproveitaram.

Em uma delas, do Sport, Rodrigo Caio salvou sua equipe duas vezes ao se atirar na frente da bola e evitar que ela entrasse. Aos 38, Denis ainda fez uma ótima defesa, evitando o primeiro gol do Sport. Depois, aos 41, impediu o gol de Régis e recebeu aplausos da pequena torcida que foi ao Morumbi ver a vitória do time.

FICHA TÉCNICA:

SÃO PAULO 3 X 0 SPORT

SÃO PAULO – Denis; Bruno (Hudson), Rodrigo Caio, Lucão e Reinaldo; Thiago Mendes, Wesley, Ganso e Michel Bastos (Rogério); Luis Fabiano (Alan Kardec) e Pato. Técnico: Doriva.

SPORT – Danilo Fernandes; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Ewerton Páscoa e Renê; Wendel, Rithely e Marlone (Neto); Maikon Leite (Régis), André e Elber (Hernane). Técnico: Falcão.

GOLS – Ganso, aos 18, e Luis Fabiano, aos 42 minutos do 1º tempo; Michel Bastos, aos 18 minutos do 2º tempo.

ÁRBITRO – Wagner Reway (MT).

CARTÕES AMARELOS – Michel Bastos, Rithely e Wendel.

RENDA – R$ 374.430,00.

PÚBLICO – 14.002 pagantes.

LOCAL – Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP).