O goleiro Rogério Ceni afirmou nesta sexta-feira que considera o time atual do São Paulo mais completo do que a equipe que conquistou, no ano passado, o seu terceiro título nacional consecutivo. O jogador fez a declaração dois dias antes de enfrentar o Goiás, no Serra Dourada, no duelo em que o clube tem condições matemáticas de assegurar a taça do Campeonato Brasileiro com uma rodada de antecipação.

“A cada ano se constrói uma história diferente. Esse time tem muito mais opções que o de 2008. O clube contratou jogadores que de destacaram em suas equipes na temporada passada”, afirmou o capitão são-paulino, lembrando, porém, que o clube ainda não garantiu o título de 2009.

“O time do ano passado conseguiu ser campeão. E neste ano vamos ter que jogar duas partidas para obter o mesmo feito”, acredita Rogério, independentemente da chance que o São Paulo tem de ganhar o troféu por antecedência, caso vença e seja beneficiado por resultados de rivais diretos.

Rogério também comentou o fato de o atacante Washington ter dito, na última quinta-feira, que ainda usa como lição a perda do título brasileiro de 2004, quando defendia o Atlético-PR e viu a taça escapar após perder a liderança para o Santos na penúltima rodada. E que, por isso, dará a vida para ser campeão nacional neste ano.

“Acho que é bem esse mesmo o espírito. No ano passado nós chegamos a ficar em 17.º lugar, ficamos 11 pontos atrás do líder. É que a gente esquece as dificuldades depois da conquista”, opinou o goleiro, que depois disse ter uma certeza já para a próxima rodada: “Não podemos perder a liderança. Se perdemos a liderança, a chance de ser campeão vai por água abaixo”.