Se as pernas de Cristiano Ronaldo sofrerem algum dano capaz de comprometer sua carreira, o Real Madrid receberá uma indenização de 100 milhões de euros (cerca de R$ 267 milhões), quantia um pouco maior do que os 93 milhões de euros que o clube espanhol pagou ao Manchester United para contratar o jogador.

A decisão de fazer o milionário seguro é para proteger o grande investimento feito no meia-atacante português, que foi a contratação mais cara da história do futebol. Com Cristiano Ronaldo, o Real Madrid espera reviver a era dos “galácticos”, contando também com o brasileiro Kaká e o francês Benzema.