Depois de dar um susto na Ferrari na corrida deste domingo, Kimi Raikkonen ficará de fora dos testes no Circuito de Silverstone nesta semana, na Inglaterra. O piloto finlandês será preservado para se recuperar totalmente do acidente que sofreu após a largada do GP da Inglaterra.

“A Ferrari decidiu dar um descanso ao finlandês para que ele esteja totalmente pronto para o GP da Alemanha no dia 20 de julho, em Hockenheim”, revelou a equipe, nesta segunda-feira. A bateria de testes em Silverstone será realizada na terça e quarta-feira desta semana.

Raikkonen causou um grave acidente no início da corrida de domingo. Depois de sair da pista, ele e sua Ferrari deram um pequeno salto ao voltar ao traçado, mais alto que a área de escape. Por consequência, o piloto perdeu o controle do carro e rodou na pista, atingindo a Williams de Felipe Massa. Os danos causados tiraram os dois pilotos da prova.

O finlandês acabou levando a pior por causa do impacto de 47G (47 vezes a força da gravidade) e de um choque na perna esquerda. Ele deixou o carro mancando, com dores no tornozelo e no joelho. Levado ao hospital, não foi constatada nenhuma lesão grave, de acordo com a Ferrari.

“O mais importante agora é que Kimi está bem, ainda que o impacto contra as barreiras tenha sido pesado”, informou a equipe. “Ele tem algumas escoriações e agora ficará descansando para poder estar em forma para a próxima corrida”.

Sem Raikkonen, a Ferrari vai escalar o francês Jules Bianchi, atual piloto da Marussia e membro da academia da escuderia italiana desde 2010. Ele vai participar do teste na quarta. No dia anterior, o veterano Pedro de La Rosa pilotará a Ferrari na nova bateria de testes da Fórmula 1.