Sem poder atuar por conta de uma fratura no tornozelo esquerdo, Pierre ficou emocionado com a homenagem feita por seus companheiros de equipe, na vitória do Palmeiras sobre o Barueri, sábado, no Palestra Itália. Os jogadores entraram com camisas e uma faixa de incentivo ao volante, que não disputa mais o Campeonato Brasileiro.

“É muita coisa para mim. Assisti de casa e fiquei com lágrima nos olhos pela homenagem”, disse Pierre, em entrevista ao site oficial do Palmeiras. “De coração, fiquei arrepiado com a torcida gritando o meu nome. Vou guardar essa homenagem para o resto da vida”, completou.

Pierre rompeu os ligamentos do tornozelo esquerdo no início do mês, em uma atividade na Academia de Futebol do Palmeiras. O volante passou por cirurgia e, com uma bota de proteção, foi impedido pelos médicos de ir ao estádio.

O jogador quer logo começar o trabalho de fisioterapia para diminuir o tempo de recuperação. Os médicos do clube falam de três a quatro meses fora das atividades com bola. “Pela previsão inicial, não sei se vai dar tempo de voltar ainda este ano. Mas vou fazer de tudo para me recuperar em tempo”, disse Pierre.