O meia Guilherme Biteco voltou a defender a camisa do Paraná no empate diante do Operário, na manhã deste domingo (23), depois de 19 meses sem atuar por conta de lesões. Xodó da torcida, o atleta de 26 anos atuou pelo clube em 2017 e 2018.

A atuação do meia foi aprovada pelo técnico Allan Aal. “Vimos que podemos contar com ele, vai nos ajudar a melhorar”, elogiou o comandante. Biteco entrou na partida aos 38 minutos do segundo tempo, no lugar de Bruno Gomes. 

+ Confira a classificação completa da Série B! 

Biteco se destacou pelo Tricolor no ano do acesso à Série A, em 2017. Mas na temporada seguinte, o meia-atacante fez apenas cinco jogos e deixou a Vila Capanema. Desde então, ele não consegue atuar uma temporada inteira saudável. Em 2019, o jogador entrou em campo apenas uma vez, em janeiro, quando atuava pelo São Caetano no Paulistão.

Aal ponderou que a situação de Biteco exige cuidado por conta do grande histórico de lesões. “Essa paciência que temos, ele mesmo tem que ter. O jogador está em um déficit muscular nas avaliações fisiológicas e já conseguiu equilibrar melhor, mas levamos em consideração o hiato entre partidas oficiais e o pouco tempo de jogo. Vamos melhorar a preparação muscular para ter menos riscos”, garante o treinador. 

O Paraná volta a campo nesta quarta-feira (26), agora pela Copa do Brasil. O Tricolor recebe o Botafogo na Vila Capanema, às 19h, pelo jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil. Na ida, vitória por 1×0 do time carioca.

+ Mais do Tricolor:

+ Paraná x Operário: empate de dois times que vão lutar pelo acesso
+ Paraná apresenta nova camisa; veja valores
+ Paraná acerta a contratação de volante do futebol paulista


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?