Em clima melancólico, o Paraná Clube se despediu da Série B com um empate em 3×3 com o Botafogo-SP na noite de sexta-feira (29), na Vila Capanema. Com pouca motivação, a torcida foi em pouco número e registrou o pior público da temporada.

O estádio tricolor registrou 1.047 pessoas na rodada final da segunda divisão, abaixo da partida entre Paraná e Cascavel, pelo Estadual, quando 1.195 torcedores estiveram presentes na goleada por 4×1. Até a torcida organizada Fúria Independente compareceu em número reduzido, sem as tradicionais bandeiras e baterias e ficou quieta o jogo todo.

A chance de acesso se encerrou na derrota para o concorrente direto Atlético-GO, há duas rodadas, em Goiânia. O time paranista ainda empatou com o Criciúma, fora de casa, na rodada seguinte e fez o último confronto da temporada em casa, sem ambição alguma no fim da competição.

+ Confira como ficou a classificação da Série B!

“Eu vim em todos os jogos do ano desde o Paranaense, e tinha que ter a saideira. O ano foi bom na medida do possível. Vim mais para encontrar os amigos”, declarou Rodrigo Carvalho, 32 anos, gerente comercial. O silêncio das arquibancadas na Vila era absoluto. Em toda a partida era possível escutar os jogadores se comunicando em campo, tanto pedindo a bola quanto orientando e até reclamando de seus companheiros.

Salários atrasados, diretoria omissa e falta de vitórias em casa foram os motivos mais comentados entre os torcedores para desperdiçar a oportunidade de retornar à elite do futebol brasileiro. “Eu vim mais pela resenha com os amigos. O acesso não veio, mas certamente virá no que vem. Acompanhei o último jogo do Paraná e já pensando em 2020”, completou Gustavo Martins, 33 anos, advogado. Com 56 pontos, o Paraná terminou a Série B na sexta colocação.