enkontra.com
Fechar busca

Paraná Clube

Paraná Clube

Paraná Clube

Reviravolta

Paraná não pode vender a sede da Kennedy

Lei impede que Paraná Clube venda ou leiloe o espaço; caso consiga reverter situação, valor não poderia servir para pagamento de dívidas

  • Por Guilherme Moreira
Foto: Lineu Filho

Em reunião extraordinária na noite desta terça-feira (26), o Conselho Deliberativo do Paraná Clube colocou a sede social da Kennedy, no bairro Rebouças, local do encontro, como o principal tema da discussão. A mesa diretoria explicou que o terreno não pode ser vendido e nem leiloado, apesar do desejo de parte da torcida.

+ Segurança: Clássico entre Coritiba e Paraná deve ter torcida única

O imóvel de 28 mil metros quadrados é doado pela prefeitura para o Esporte Clube Água Verde, que depois virou Pinheiros, clubes de origem do Tricolor, e não pode ser vendido e nem leiloado. O impedimento é por uma lei municipal, sancionada em 16 de abril de 1958, pelo então prefeito Ney Braga. Ou seja, em 2015, quando colocou 70% do local à venda, por R$ 60 milhões, o clube não poderia negociar a transação.

+ Calendário: Semifinais da Taça Dirceu Krüger estão ameaçadas

O terreno, através de uma intervenção judicial, até tem direito a ser vendido, mas o valor obtido não pode ser utilizado para pagamento de dívidas. Esse é justamente o embasamento da torcida Fúria Independente, que exige o fim das atividades sociais, com a venda da Kennedy, para aliviar a situação crítica do Paraná. Dessa forma, a solução cai por terra.

+ Confira a classificação completa e a tabela de jogos da Taça Dirceu Krüger

Na reunião, os torcedores se fizeram presentes e o público foi maior que o normal. O mau tempo em Curitiba atrapalhou uma presença maior. Além de conselheiros, mais sócios que o habitual acompanharam o evento após mobilização nas redes sociais. Ainda houve uma aglomeração do lado de fora de torcedores que não são associados e foram impedidos de entrar. A imprensa também não teve acesso.

Existem, porém, duas formas de “burlar” essa situação. Uma é através de uma autorização judicial que permita a venda do imóvel, e a outra é utilizar os valores da venda para a compra de outros imóveis com a mesma finalidade, que são de lazer e recreação esportiva. De qualquer forma, nenhuma dessas formas de transação podem ser utilizadas para o pagamento das dívidas do clube.

Atualmente, o Paraná deve cerca de R$ 125 milhões, de acordo com o informado no balanço apresentado ao Conselho. No final de 2017 era R$ 170 milhões. Quando colocou 70% do imóvel à venda em 2015, mesmo sem poder, a direção pedia R$ 60 milhões. Ou seja, a transação, se fosse possível, não resolveria nem de perto o passivo paranista. Ainda assim, há pessoas dentro do clube que defendem e falam que é possível vender a sede social.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

33 Comentários em "Paraná não pode vender a sede da Kennedy"


Ronaldo Moraes
Ronaldo Moraes
3 meses 21 dias atrás

O Paraná Clube era um clube social que possuía um time de futebol, depois virou um time de futebol que tinha um clube social, hoje é um time de futebol que não tem nada, nem diretoria.

Eivaldo Dantas de Medeiros
Eivaldo Dantas de Medeiros
3 meses 18 dias atrás

Porque não abre falência, se já não consegue mais pagar os salários de seus atletas e outras pendências, jogue a toalha e peguem o primeiro bonde com destino a lugar nenhum!

Giovani Prestes
Giovani Prestes
3 meses 21 dias atrás

Local do estádio foi emprestado pelo Gov Federal, local das piscinas doado pela pref. municipal… E ainda querem criticar o embrólio da arena da baixada.

Tricolor Tricolaço
Tricolor Tricolaço
3 meses 21 dias atrás

Essa é a diferença foi emprestado ou doado e não adquirido com falcatruas e ou calotes. Prefeitura e Estado se deverem algo é um terço fe 148 milhões. O restante é calote premeditado.

MAIOR DO ESTADO
MAIOR DO ESTADO
3 meses 21 dias atrás

e o paralixo deve 170 milhoes!!!!!!!!!!!!

ganhando tudo de graça, folha de pagamento irrisória (ainda que não paguem os funcionarios) e ainda conseguem dever mais que o CAP com toda estrutura, titulos, campeonatos que disputa….

Tricolor Tricolaço
Tricolor Tricolaço
3 meses 21 dias atrás

*de 148 …

Edward F Sur
Edward F Sur
3 meses 21 dias atrás

Que vergonha para o futebol e para os “profissionais” do PR Clube… Uma torcida organizada, ou melhor, um bando de desocupados, que vivem atrás de jogadores de futebol….mandando num clube…… Um clube que era para ser um dos mais ricos do Brasil, hj vive em um estádio cujo terreno é da União…

General
General
3 meses 21 dias atrás

Pô….mas então o terreno era da Prefeitura…..o estádio é do Governo Federal….estes sim são sanguessugas do dinheiro publico…..

Gilnei Machado
Gilnei Machado
3 meses 21 dias atrás

Deixa ver… Ganhou a sede da Kennedy da prefeitura… O estádio ocupa uma área da União… E o outro clube, reformou o estádio com dinheiro público e não demonstra muita vontade de pagar… Muito bem. Antes que me acusem de torcer para o coxa, já informo que não ligo para futebol. Vergonha sem fim!

MAIOR DO ESTADO
MAIOR DO ESTADO
3 meses 21 dias atrás

então aproveite e fale também dos 90 anos de iptu atrasado do pinga mijo da protork que é dinheiro publico não arrecadado…

fora os mais de 5 anos de impostos do CT da vila zumbi que está bloqueando o alvará….

1 2 3 5
wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas