O Paraná Clube precisa, mais do nunca, da vitória na Vila Capanema. Neste sábado (5), o Tricolor recebe o Coritiba, pela 26ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, buscando encerrar o jejum de triunfos em casa e, também, para provar que ainda pode brigar pelo acesso. Já são sete jogos do time paranista em casa sem comemorar os três pontos e, por isso, um placar positivo em cima do rival daria o gás necessário para a equipe ir para as rodadas finais da Segundona acreditando em chegar no G4.

O Tricolor é o 11º colocado na tabela de classificação, com 35 pontos. Sem vencer há quatro rodadas, a equipe paranista vai se apegar à importância do clássico para se entregar ao máximo em campo e, em nome da honra, voltar a fazer ‘bonito’ em seu território.

Leia mais: Meias podem ser as peças-chaves no clássico Paratiba

“Obviamente, estamos falando de um jogo que vale os mesmos três pontos de qualquer outro na Série B, mas sabemos da repercussão e da motivação que uma vitória no clássico pode nos trazer”, destacou o técnico Matheus Costa. Não é por menos que o treinador avalia como fundamental um triunfo diante do rival. Foi justamente na vitória por 3×2, de virada, em cima do Coxa no primeiro turno, que o Paraná Clube ‘deslanchou’ no Brasileiro. O grupo vinha de resultados tímidos na competição, mas após vencer em pleno estádio adversário com excelente público, o time ganhou um ‘gás’ para correr atrás de resultados melhores. Foram cinco vitórias consecutivas que se iniciaram diante do Alviverde e que deixaram o Tricolor na vice-liderança.

Por isso, Matheus Costa avalia o poder de uma nova vitória no Paratiba e o que isso pode acarretar de benefícios aos seus comandados. “Talvez seja um marco para a gente recomeçar uma nova competição e reconquistar novamente uma vitória dentro de casa. A gente sabe a importância que isso pode trazer e a consequência que pode gerar para o Paraná Clube”, explicou.

+ Já ouviu o podcast sobre os técnicos do futebol paranaense?

Mesmo assumindo que o Tricolor está em dívida com os paranistas dentro de casa, o técnico quer contar com o apoio das arquibancadas. A última vez que o time comemorou três pontos em seu território foi no dia 13 de julho, no 2×1 em cima do Bragantino. Depois disso, foram seis empates e uma derrota. “O maior patrimônio de um clube de futebol é o torcedor e a gente sabe da importância dele. Sabemos que estamos devendo resultado, mas ele vai vir aqui nos apoiar”, afirmou.

Para acreditar nesta tão esperada vitória, Costa se apega aos bons desempenhos que o time vem tendo. Mesmo sem ter vencido as duas últimas partidas, o treinador avalia bem seu elenco, uma vez que o Paraná criou um grande volume de jogo e conseguiu, em diversos momentos, se impor diante de Ponte Preta e Oeste. Porém, os dois placares foram de 1×1.

+ Confira a classificação completa da Série B!

“Todos sabem da importância de vencer o clássico e as consequências de vencer o Coritiba em casa. Pelo desempenho que a gente vem tendo, diminuiu um pouco a nossa pressão interna para conseguirmos desempenhar nosso papel”, finalizou.

Leia mais:

+ Quem vence o Paratiba das finanças?
+ Paratiba terá duelo entre goleiros em fases diferentes
+ Clássico coloca frente a frente artilheiros Rodrigão e Jenison