Além de todos os elementos envolvidos no clássico entre Paraná Clube e Coritiba, que tornarão o duelo marcante, uma disputa promete movimentar ainda mais o jogo: Jenison e Rodrigão são a esperança de suas equipes e devem travar um duelo em busca de gols. Os centroavantes, que são artilheiros de seus times na temporada, vão mais uma vez se enfrentar pela Série B do Campeonato Brasileiro. O jogo acontecerá neste sábado (5), a partir das 16h30, na Vila Capanema, e será válido pela 26ª rodada da Segundona.

No primeiro encontro entre as equipes nesta edição da competição, no dia 8 de junho, pela sétima rodada, ambos centroavantes mostraram porque são importantes para seus clubes, e balançaram as redes. Curiosamente, foram deles os gols que abriram e fecharam o confronto. Rodrigão fez primeiro, aos 10 minutos da etapa inicial, ’inaugurando’ o marcador e deixando o Alviverde na frente. O Tricolor empatou com João Pedro, mas o Verdão buscou a vantagem novamente com Juan Alano. O Paraná chegou ao 2×2 com Luiz Otávio e aí o modo ’Jenigol’ foi ativado. O centroavante começou no banco de reservas, mas entrou no jogo no lugar de Ramon para selar a vitória paranista. O gol que garantiu a vitória por 3×2 saiu aos 29 minutos da segunda etapa.

+ Leia mais: Paraná e Coritiba fazem clássico que pode ser decisivo na Série B

Ainda que tenha sido o centroavante do Paraná Clube que comemorou a vitória no clássico com um gol assinalado, é do lado coxa-branca que o trabalho do atleta com a camisa 9 tem se mostrado mais constante. Rodrigão é o vice-artilheiro da competição com 11 gols marcados em 22 jogos. Em todo o ano de 2019, o jogador soma 19 gols em 31 partidas.

Rodrigão é uma peça importante no time e consegue aparecer em momentos críticos. Porém, o jogador teve ao longo da temporada algumas atuações que renderam críticas. Nas rodadas três e quatro do Brasileiro, por exemplo, o jogador desperdiçou cobranças de pênaltis que poderiam ter mudado o placar de empate (0x0) e derrota (1×0), respectivamente, diante de Londrina e CRB. Contudo, ele deu a volta por cima, marcou gols que foram fundamentais para que o time esteja hoje ainda vivo na briga pelo acesso, como na vitória por 2×1 em cima do Cuiabá e contra a Ponte Preta, por 2×0, sendo ele o autor dos dois gols nos jogos citados.

+ Confira a classificação completa da Série B!

Jenison, por sua vez, mesmo mais inconstante, tem sido fundamental para o Tricolor. O centroavante tem seis gols assinalados na Série B, em 22 jogos. Contabilizando toda a temporada, ele chega a 14 bolas na rede em 35 compromissos. O relacionamento do atleta com a torcida tem sido cheio de altos e baixos. Quando parecia que surgia um ídolo paranista, o centroavante deu uma declaração polêmica, em que falou que o Paraná Clube para ele era um ’trampolim’.

Além disso, a torcida passou a fazer duras críticas a ele por desperdiçar muitos gols. O atacante chegou a iniciar em alguns jogos entre os reservas, mas o técnico Matheus Costa não conseguiu encaixar na função nenhum outro jogador que fosse mais eficiente. Autor de gols que deram a vitória do Tricolor em algumas ocasiões nesta Série B, como na partida diante de Operário (1×0) e Botafogo-SP (1×0), Jenison terá mais uma chance de mostrar que as diferenças ficaram para trás. O retrospecto dos jogadores deixa evidente que os artilheiros vão duelar com muita entrega em busca da vitória para suas equipes.

Leia mais:

+ Tricolor tem campanha em casa de time que briga contra o rebaixamento
+ Coxa inicia semana do clássico mais aliviado após encerrar jejum