Não foi uma atuação de encher os olhos. Muito longe disso. O Paraná Clube, na vitória por 1×0 diante do CRB, sábado (4), na Vila Capanema, foi cirúrgico, deixou o espetáculo de lado e trocou por três pontos importantes, que o deixam no pelotão de frente da Série B do Campeonato Brasileiro depois de duas rodadas. Ainda é cedo, mas o resultado positivo trouxe ingredientes importantes para o time paranista. Entre eles, a sinergia criada com o torcedor e que pode ajudar o Tricolor na sequência da segunda divisão.

O Paraná esteve nos braços do seu torcedor desde a chegada à Vila Capanema até o apito final do árbitro. A torcida preparou uma recepção com show de fogos na entrada do estádio e o apoio se estendeu durante os 90 minutos. A confirmação da vitória fez a equipe e o técnico Matheus Costa agradecerem de perto a força da arquibancada e celebrarem os três pontos junto ao seu povo na curva norte.

+ Leia também: Jogadores destacam importância da torcida na vitória sobre o CRB

“Gostaria de parabenizar a torcida pelo apoio, desde a recepção. Não tinha outra maneira de retribuir se não fosse com uma vitória. Mexe com o atleta, cria uma união muito grande e todos sabem da importância que o torcedor tem. A Vila Capanema tem que ser nosso alçapão e o local que vamos conquistar as nossas vitórias”, apontou o treinador.

Mas o triunfo diante do CRB foi suado. Não pela força do adversário, que pouco fez, sobretudo por sua fragilidade técnica e tática, mas pela partida que se desenhou. O Paraná Clube, é bem verdade, foi melhor no primeiro tempo e criou as melhores chances.

Antes do jogo, torcida do Paraná recebeu o elenco com festa na Vila Capanema. Foto: Jonathan Campos
Antes do jogo, torcida do Paraná recebeu o elenco com festa na Vila Capanema. Foto: Jonathan Campos35

O lateral-esquerdo Guilherme Santos, marcado por suas atuações regulares e que garantiram a titularidade da equipe, marcou o gol da vitória aos 20 minutos do primeiro tempo. O camisa 6, depois da cobrança de escanteio, pegou o rebote e, da entrada da área, bateu colocado, fazendo a festa do torcedor na Vila Capanema.

O Tricolor recuou um pouco, especialmente no segundo tempo. O CRB, então, foi para cima, mas tinha dificuldades no setor ofensivo. O time alagoano conseguiu assustar o goleiro Thiago Rodrigues somente em bolas paradas. A equipe paranista, mesmo com espaços para os contra-ataques, também não estava em uma noite inspirada e se preocupou mais em garantir a vitória do que buscar ampliar a vantagem. No final, valeram muito mais os três pontos do que qualquer grande apresentação.

“Nós temos que fazer o nosso resultado dentro de casa. Priorizamos um bom espetáculo para deixar o torcedor feliz, mas temos que conquistar o resultado. Os três pontos são importantes. O empate fora de casa só vai valer a pena se tiver uma vitória dentro de casa. Eu até falei isso para os jogadores e se manter essa média, estaremos sempre na parte de cima da tabela”, avaliou Matheus Costa.

+ Confira a classificação completa da Série B

A vitória fez o Paraná Clube chegar aos quatro pontos e subir para a sétima colocação na classificação. A meta agora é manter o bom momento e tentar emplacar a primeira vitória fora de casa nesta Série B. O adversário será o Cuiabá, neste sábado (11), às 19h, na Arena Pantanal. O oponente é um dos líderes da competição, com duas vitórias em dois jogos. Confronto direto e que pode colocar o Tricolor pela primeira vez no G4 da Segundona.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!