O Paraná Clube entra em campo nesta quinta-feira, às 20h, na Vila Capanema, em busca de sua primeira vitória no Campeonato Paranaense. O adversário é o Foz do Iguaçu, que também saiu derrotado na rodada inicial. O técnico Dado Cavalcanti, mesmo com o revés para o Operário, no último domingo, pretende utilizar a mesma base do time. Entretanto, duas mudanças são certas. Eduardo Bauermann, suspenso, e Kessley, que saiu machucado, não ficam à disposição.

+ Leia mais: Veja o provável time de Dado Cavalcanti

Na zaga, Rodolfo entra na equipe. Ele já havia jogado no final de semana justamente para suprir a expulsão do companheiro. Já no sistema ofensivo, a troca é por Rodrigo Carioca, que também jogou no decorrer da última partida.  “Eu vou manter uma base. Não vou fazer trocas demais, pois acaba perdendo a sequência e o entrosamento. Ainda estou na expectativa com a regularização do Fernando Neto. Aí eu tenho a opção de usar três atacantes no começo ou esperar o decorrer do jogo, pois não temos muitas peças assim”, explicou o treinador.

+ Veja também: Paraná Clube cada vez mais reforçado pra temporada de 2019

O Tricolor ainda pode ter outra alteração. O meia Fernando Neto teve seu nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF e deve aparecer na vaga de Kadu. Ele ficou fora da estreia devido a uma pendência judicial do Fluminense, que estava proibido de registrar jogadores no sistema e, consequentemente, emprestá-lo ao time paranaense. Existe uma remota chance dele substituir Keslley, deixando Rodrigo Carioca como opção para a segunda etapa.

Cavalcanti ainda cogitou a ideia de Guilherme Santos ser titular na lateral-esquerda e avançar Juninho, que jogou dessa forma na reta final da Série A do ano passado, mas recuou e disse que fará isso no decorrer do Estadual por ainda não ter todo o elenco apto fisicamente, além das carências. O restante é o mesmo da partida contra o Fantasma, mas o comandante paranista espera que haja uma evolução, principalmente da parte ofensiva, já que atuou com um a menos em boa parte do jogo anterior e teve poucas finalizações.

+ Confira os jogos e a classificação do Campeonato Paranaense
“É precoce falar em entrosamento, mas nós podemos dizer em evolução. Espero que nossa equipe cresça e solucione os problemas do jogo. Minha expectativa é ter mais força ofensiva. Pecamos no setor de criação, sofremos com a marcação e quero ter outros mecanismos para ser agressivos do meio para frente”, finalizou.

FICHA TÉCNICA

CAMPEONATO PARANAENSE
Taça Barcímio Sicupira 2ª Rodada

Paraná x Foz do Iguaçu

Paraná
Thiago Rodrigues; Éder Sciola, Rodolfo, Fernando Timbó e Juninho; Luiz Otávio, Kadu (Fernando Neto) e Higor Leite; Rodrigo Carioca, Andrey e Jenison.
Técnico: Dado Cavalcanti

Foz do Iguaçu
Felipe Alisson; Léo Vacaria, Leandro Silva, Luiz Matheus e Marquinhos; Vinícius Martins, André Oliveira, Douglas Santos e Diego Santana; Hadrian e Arrisson.
Técnico: José Negreiros

Local: Estádio Vila Capanema
Horário: 20h
Árbitro: Rafael Vinicius Moura de Oliveira
Assistentes: Giovani Marlus de Oliveira Massoq e Reube Dobrychlop dos Reis

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!