Após a vitória por 1×0 em cima do Operário, na última terça-feira (8), o técnico Matheus Costa ressaltou o quanto os confrontos contra os adversários paranaenses estão sendo essenciais para que o Paraná Clube brigue pelo acesso. Contando os jogos diante dos times do Estado, são 18 pontos em disputa na Série B do Campeonato Brasileiro, dos quais o Tricolor já disputou 15 e somou 12.

O retrospecto contra Coritiba e Fantasma é de 100% de aproveitamento. Tanto no primeiro turno quanto no segundo, o time paranista saiu dos confrontos vitorioso. No primeiro turno, bateu o Coxa por 3×2 e o Operário por 1×0. No segundo, os placares foram de 2×0 em cima do Alviverde e um novo 1×0 no time de Ponta Grossa. O único rival que o Paraná não venceu foi o Londrina, que aplicou um convincente 3×0 na primeira metade da competição. O reencontro das equipes está previsto para o dia 11 de novembro.

+ Lembra dos estrangeiros que jogaram pelo Tricolor? Relembre no Podcast De Letra

‘Sabíamos da importância dos 18 pontos em disputa nesses confrontos diretos contra times do Estado, até para definir um acesso. Hoje, de 15 disputados temos 12, isso mostra o quanto estamos sendo competitivos”, afirmou o treinador.

O triunfo em cima do Fantasma é o segundo consecutivo do Tricolor, que anteriormente tinha vencido justamente o Coxa. O time paranista chegou a entrar no G4 provisoriamente, mas no fim da rodada pulou para a quinta colocação. O próximo desafio, e que pode definir a entrada da equipe na área do acesso é contra o líder Bragantino.

+ Confira a classificação completa da Série B!

Matheus Costa confia no desempenho de seu time frente a grandes concorrentes e aposta que isso possa resultar em um novo placar positivo. “Mostramos a confiança e a força que esse grupo tem demonstrado em jogos difíceis, contra equipes que são concorrentes. Jogamos um clássico e vencemos, sabíamos da dificuldade (contra Operário) e conseguimos os três pontos novamente. Agora teremos outro jogo, em Bragança, precisamos recuperar e concentrar para conseguir voltar com pontos na bagagem”, arrematou.