O Paraná Clube vive uma instabilidade na Série B do Campeonato Brasileiro. Em sexto lugar na tabela, o Tricolor oscila entre sequências de vitórias ou de invencibilidade, com momentos de derrotas consecutivas. Resultado do que vem sendo apresentado em campo.

Apesar de estar na cola do G4 – está apenas dois pontos atrás do Operário, o quarto colocado, que tem um jogo a mais -, o time paranista tem o sexto pior ataque da competição, com 18 gols marcados. É o pior neste quesito entre os dez primeiros da tabela.

+ Leia também: Torcida protesta após julgamento de morte de paranista

Por outro lado, o Paraná tem a terceira melhor defesa do torneio, ao lado de Ponte Preta e Vila Nova, tendo sido vazado 19 vezes. E este desempenho é muito graças ao goleiro Thiago Rodrigues.

De volta ao Tricolor em 2018, o arqueiro só virou titular este ano, após a saída de Richard, que foi para o Ceará. Mas rapidamente ele ganhou a confiança no clube, se firmando na posição. Na temporada, foram 30 jogos, com 27 gols sofridos. Ficou de fora de apenas quatro partidas, sendo duas pelo Campeonato Paranaense e duas pela Série B.

+ Mais na Tribuna: Tricolor perde mais dois jogadores para o departamento médico

E a presença do goleiro em campo vem sendo fundamental para o Paraná. Muito pelas boas atuações. No último sábado (14), por exemplo, ele garantiu o 0x0 diante do Cuiabá, com pelo menos quatro defesas, além de ter pegado um pênalti no final do jogo.

Goleiro vem sendo importante em vários jogos, garantindo importantes pontos ao Tricolor. Foto: Hamilton Bruschz
Goleiro vem sendo importante em vários jogos, garantindo importantes pontos ao Tricolor. Foto: Hamilton Bruschz

Antes, já teve atuações de destaque e que foram importantes no empate em 1×1 com o mesmo Cuiabá, no primeiro turno, e na vitória por 2×1 sobre o Bragantino, na Vila Capanema. Ele tem uma média de três defesas difíceis por jogo.

+ Viu essa? Paraná completa seis jogos sem vencer em casa, mas discurso é de que time está bem

Mas, mais do que estar fechando o gol, Thiago Rodrigues é um dos líderes do elenco. Aos 30 anos, o arqueiro é um dos mais velhos do grupo, atrás apenas de Éder Sciola (33), Leandro Almeida (32) e Itaqui (31). Tanto que, recentemente, ganhou a braçadeira de capitão do time.

“O Thiago é uma referência dentro do clube, para o nosso torcedor, é um jogador muito importante para mim, pela liderança, é um dos nossos capitães. Isso é mérito dele, da dedicação, dos preparadores de goleiros, e dos outros goleiros. É um ambiente que faz todos crescerem”, destacou o técnico Matheus Costa.

+ Confira a classificação completa da Série B!

Sinais de que o goleiro é uma peça-chave do Tricolor e que um possível acesso passa diretamente pelas suas mãos e por boas participações, como já vem acontecendo recentemente.