Os organizadores da MotoGP anunciaram nesta sexta-feira o calendário provisório para a temporada de 2016, que terá 18 corridas. A prova no circuito de Indianápolis deixou a programação da principal categoria de motovelocidade no mundo, enquanto a Áustria receberá uma das etapas do campeonato.

O Brasil segue de fora do calendário da MotoGP desde 2004, com a etapa da Argentina sendo a única na América do Sul no campeonato – ela será a segunda da próxima temporada, em 3 de abril, após a prova de abertura, no Catar , que está marcada para 20 de março.

Palco de provas da MotoGP desde 2008, Indianápolis agora saiu do calendário, deixando os Estados Unidos com apenas uma corrida no calendário, a etapa das Américas, que foi agendada para o dia 10 de abril e vai ser a terceira da temporada 2016.

A Áustria entrou no calendário com uma prova no Red Bull Ring, em Spielberg, marcada para 14 de agosto, após quase um mês de pausa da MotoGP, sendo a 11ª corrida do próximo campeonato, que vai ser fechado no dia 6 de novembro, com a etapa de Valência.

Das 18 provas previstas para o próximo campeonato da MotoGP, duas delas ainda dependem da confirmação através de contrato entre os administradores dos circuitos e os organizadores do campeonato. Elas são as etapas da Espanha, em Jerez de la Frontera, no dia 24 de abril, e da Republica Checa, em Brno, no dia 14 de agosto.

Confira o calendário provisório da temporada 2016 da MotoGP:

20/03 – Catar

03/04 – Argentina

10/04 – Américas

24/04 – Espanha

08/05 – França

22/05 – Itália

05/06 – Catalunha

26/06 – Holanda

10/07 – Alemanha

17/07 – Grã-Bretanha

14/08 – Áustria

21/08 – República Checa

11/09 – San Marino

25/09 – Aragão

09/10 – Malásia

16/10 – Japão

23/10 – Austrália

06/11 – Valência