enkontra.com
Fechar busca

De Letra

Maratona de jogos pode comprometer gramado da Vila

  • Por Luiz Ferraz

O período chuvoso que há algumas semanas castiga Curitiba e grande parte do Paraná tornou-se uma ameaça para o gramado da Vila Capanema. Motivo: o estádio vai receber, a partir de sábado, pelo menos 34 partidas até o começo de dezembro. Serão 16 partidas do Paraná Clube, pela Série B, e outras 18 do Atlético pela Série A do campeonato Brasileiro e pela Copa do Brasil. Se o Furacão for avançando de fase, e chegar à final do torneio nacional, o número de jogos no Durival Britto até o final da temporada pode subir para 38.

O sócio-proprietário da Grasstecno – empresa responsável por toda reforma do gramado da Vila Capanema -, Osmar Mechi, frisou que caso se mantenham as condições climáticas e o excesso de chuvas, combinadas com a quantidade de jogos de Paraná e Atlético, o gramado da Vila Capanema pode não resistir. “A condição climática é que vai dizer se realmente o gramado da Vila Capanema vai suportar todos esses jogos. Tecnicamente e, com todos os cuidados e a manutenção adequada, o gramado está pronto para receber essa sequência de partidas. Porém, se continuar chovendo como em junho, que foi um clima totalmente atípico, aconselhamos evitar o uso em excesso do campo de jogo”, alerta Mechi.

No que diz respeito às condições climáticas durante o inverno, que começou no dia 21 de junho e vai até 20 de setembro, a previsão do Instituto Tecnológico Simepar para Curitiba é de que as chuvas diminuam a partir de agora e aconteçam de forma natural, sem anormalidades. “Esse início do inverno não contempla a tendência para o período, que é de normalidade. A tendência é de que as chuvas ocorram dentro daquilo que está na média da estação”, explicou o meteorologista Fernando Mendonça Mendes.

Até o dia 8 de dezembro, quando termina a Série A do Campeonato Brasileiro, o mês que vai receber mais jogos, de acordo com a tabela prévia divulgada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) será agosto. Neste mês, a Vila Capanema sediará nada menos do que oito partidas das Séries A e B. Serão quatro jogos do Atlético, pela Primeira Divisão, e outras quatro partidas do Paraná, pela Segundona, numa média de um jogo a quase quatro dias.

Depois, os meses de setembro e outubro, com sete jogos cada, aparecem entre os que mais terão partidas agendadas para a Vila Capanema. Em novembro, serão mais três partidas de cada time no estádio paranista. No último mês do ano, somente o Furacão vai atuar no Durival Britto, já que na última rodada da Série A o time atleticano tem duelo marcado diante do Vasco.

O mês de julho é o que tem menos jogos agendados para a Vila Capanema até o final da temporada. Serão três jogos do Atlético – dois pela Série A e um pela Copa do Brasil – e mais duas partidas do Tricolor pela Segunda Divisão. Tudo começa sábado, quando o Furacão encara o Grêmio e abre a maratona de jogos no Durival Britto.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

6 Comentários em "Maratona de jogos pode comprometer gramado da Vila"


Machado Machado
Machado Machado
6 anos 14 dias atrás

ATENÇÃO DIRETORIA DO PARANÁ: faça esse timeco do atleticuzinho jogar no Boquera e pronto…
Ah como é doce esse gosto de torcer para o time da FAVELA semPre!!!

Maico Prado
Maico Prado
6 anos 14 dias atrás

Tinha que fazer esse time jogar lá na Vila Olímpica, isso sim e cobrar mais pelo aluguel.

Marcos Silva
Marcos Silva
6 anos 14 dias atrás

semPRe TRICOLOR

COXA, COOOOXXXXAAAA DOIDOOOO...
COXA, COOOOXXXXAAAA DOIDOOOO...
6 anos 14 dias atrás

por enquanto um bom gramado, deixa só até acontecerem os jogos das cadéladas poodles nesse campo aí. O que uma dúzia de moedas não faz, né? #FODA-ÇE porco!!!!

sempre PARANISTA
sempre PARANISTA
6 anos 14 dias atrás

melhor do BRASIL

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas