Três semanas depois de ser dispensado pelo Pinheiros/Sky, o levantador Marcelinho fechou contrato com o Sisley Treviso, da Itália. O jogador, que já viaja esta semana para a Europa, contou com a indicação do ex-companheiro de clube, Gustavo.

O acordo será de cinco meses – por ter defendido um time nesta Superliga e o prazo de transferências já ter expirado no momento da dispensa, Marcelinho não poderia mais atuar no Brasil nesta temporada.

Além do Treviso, Marcelinho diz ter sido procurado por outras quatro equipes da Europa (Itália, Rússia, Grécia e Israel). Ele será o quarto brasileiro na história do time, que, além do próprio Gustavo, já contou com Marcelo Negrão e Ricardinho em seu plantel. Atualmente, lá jogam os italianos Fei e Papi.

“Fiquei feliz com as propostas que recebi, isso me deixa orgulhoso, satisfeito e aliviado, porque, senão, teria que ficar cinco meses parado, já que não ia poder atuar no Brasil. Mas passou, tenho que pensar para frente, nesse período em que vou estar na Itália, jogar bem pelo Treviso, fazer o meu melhor. O Gustavo me falou sobre a cidade, sobre a torcida e o clube, e estou muito motivado”, garantiu.