Os primeiros minutos da vitória da Holanda nas oitavas de final contra o México, neste domingo, podem ter sido os últimos de Nigel De Jong nesta Copa do Mundo. Depois da vitória por 2 a 1 conquistada de forma heroica, no Castelão, em Fortaleza, o técnico Louis Van Gaal lamentou a lesão do volante e deu a entender que a recuperação a tempo de seguir atuando na competição é improvável.

“Pode ser que o Mundial tenha acabado para ele, mas agora os médicos ainda estão o examinando. É uma perda significativa, mas nunca se sabe, porque ele sempre quer jogar”, afirmou o comandante holandês.

De Jong abandonou a partida contra os mexicanos antes dos 10 minutos iniciais. O jogador do Milan foi substituído por Bruno Martins Indi, que deverá ser a opção de Van Gaal nas quartas de final, diante da Costa Rica, na próxima sexta-feira, na Fonte Nova, em Salvador, caso a ausência dele seja confirmada.